Overblog Seguir este blog
Edit post Administration Create my blog

Portal da Damba e da História do Kongo

Portal da Damba e da História do Kongo

Página de informação geral do Município da Damba e da história do Kongo


Kizaca pode ser prejudicial

Publicado por Muana Damba activado 21 Septiembre 2016, 20:10pm

Etiquetas: #Cultura

Kizaca pode ser prejudicial

Por Cesar Esteves

Consumir as folhas de mandioqueira, vulgo kizaca, no mesmo dia em que são colhidas, pode constituir perigo para a saúde humana, disse ontem ao Jornal de Angola o médico naturopata Pascoal Muenho. “O melhor mesmo é consumir a kizaca no dia seguinte”, salientou.

De acordo com Pascoal Muenho, a kizaca e a mandioca possuem um líquido (látex) que contém uma substância tóxica chamada linamarina. “Essa substância, que é mais concentrada na kizaca cuja mandioca é muito amarga, pode matar uma pessoa ou animal. E quando consumimos essa kizaca, durante o processo digestivo ela transforma-se num ácido chamado cianeto, que causa intoxicação”, explicou.

Um dos procedimentos que se deve adoptar para reduzir a quantidade de toxina, segundo Pascoal Muenho, é ferver a kizaca antes e depois de ser pisada no pilau.

A linamarina, segundo o naturopata, também é encontrada na mandioca doce, só que em menores proporções que na amarga. Por isso, a intoxicação por ingestão de mandioca doce não é severa, mas, sublinha Pascoal Muenho, pode ser fatal para uma criança que a coma como primeira refeição. “Temos de consumir a mandioca doce depois de já ter passado um, dois ou três dias em casa. Aliás, quantos mais dias passar em casa, melhor”, aconselhou. Ainda sobre a natureza da linamarina, o naturopata disse tratar-se de uma substância termosensível e volátil. “Isso quer dizer que quando se expõe a kizaca a alta temperatura, ela, a linamarina, começa a desaparecer.”

A exposição dessa toxina é maior quando se tira a mandioca do solo ou a kizaca da lavra e se começa a comer na hora. Para diminuir o grau de toxidade, segundo o naturopata, a kizaca deve ser cozida com a panela destapada. A toxicidade da linamarina, explicou, é que faz com que muitas pessoas sintam, às vezes, um pouco de azia ou ingestão.

A distinção da diferença entre a folha da mandioqueira com o grau mais elevado de toxidade e a com menor grau, de acordo com o também naturopata José Nguepe, só é possível através da mandioca. “Se provarmos a mandioca, vamos encontrar umas que são doces e outras amargas. As mandiocas amargas têm as folhas com um grau de toxicidade mais elevado. Essas é que fazem mal, disse.

De acordo com José Nguepe, os sintomas por intoxicação de kizaca consistem em tontura, perda de acção das pernas, dificuldade de visão, vómitos e diarreia. Para evitar a morte, deve-se fazer pisar um pedaço de carvão vegetal, diluí-lo em água e dar à pessoa afectada duas colheres de sopa de uma em uma hora, até chegar ao hospital. “O carvão vegetal ajuda muito a neutralizar o veneno”, concluiu o médico naturopata José Nguepe.

Via JA

Archivos

Ultimos Posts