Overblog Seguir este blog
Edit post Administration Create my blog

Portal da Damba e da História do Kongo

Portal da Damba e da História do Kongo

Página de informação geral do Município da Damba e da história do Kongo


Fundo Soberano investe no Uíge.

Publicado por Muana Damba activado 24 Septiembre 2016, 19:51pm

Etiquetas: #Notícias do Uíge

O Fundo Soberano de Angola (FSDEA) vai gerir uma fazenda no Uíge. Imagem de arquivo.

O Fundo Soberano de Angola (FSDEA) vai gerir uma fazenda no Uíge. Imagem de arquivo.

Investir em fazendas de larga escala para aumentar a produção agrícola em todo país e melhorar a renda das populações são apostas do Fundo Soberano, que ganhou do Ministério da Agricultura 72 mil hectares de terra para produzir.

O Fundo Soberano de Angola (FSDEA) vai gerir sete fazendas localizadas nas províncias do Bié, Cunene, Malanje, Moxico, Kwando Kubango, Uíge e Zaire. Um total de 72 mil hectares para a produção de grãos, oleaginosas e arroz. O comunicado da instituição, no qual constam os investimentos realizados nos primeiros três meses deste ano, avança que, para a dinamização das sete fazendas atribuídas pelo Ministério da Agricultura vão ser investidos 250 milhões de dólares.

Segundo o presidente do conselho de administração do Fundo Soberano, José Filomeno dos Santos, “o investimento na actividade agrícola oferece receitas estáveis e de longo prazo e diversifica as alocações em activos tradicionais presentes no portfólio”.

A aposta na agricultura ganha dimensão nos investimentos do Fundo Soberano pela necessidade de se melhorarem as condições de vida das populações e permitir mais oportunidades ao sector privado.

“Pelo facto de a agricultura empregar mais de metade da população angolana, financiar este ramo aumenta a renda para as pessoas ao nível das bases e apoia o surgimento de novas oportunidades para o sector privado na cadeia agro-alimentar”, considera José Filomeno dos Santos.

O comunicado do (FSDEA) destaca que a carteira de investimentos no primeiro trimestre deste ano totalizou, em activos, 4,56 mil milhões de dólares. Destacam-se “as alocações em activos de private equity que totalizaram 59% do portfólio e destinam-se a investimentos directos em Angola e nos países da África Subsaariana e os títulos e valores mobiliários, que consistem em obrigações, acções e fundos de cobertura, avaliados em 1,84 mil milhões de dólares.

Via JA

Archivos

Ultimos Posts