Overblog Seguir este blog
Edit post Administration Create my blog

Portal da Damba e da História do Kongo

Portal da Damba e da História do Kongo

Página de informação geral do Município da Damba e da história do Kongo


Degradação da via Mukaba Wando dificilmente escoamento de produtos agrícolas

Publicado por Muana Damba activado 27 Septiembre 2016, 15:12pm

Etiquetas: #Notícias do Uíge

Imagem de arquivo

Imagem de arquivo

Uíge - A degradação da estrada que liga a vila de Mucaba à comuna de Uando, num percurso de 30 quilómetros de terra batida, está a condicionar o escoamento de produtos dos camponeses da comuna de Mucaba.

O administrador comunal do Uando, Sebastião Pedro Talania, disse hoje, segunda-feira, à Angop, que muitos produtos agrícolas acabam por se deteriorar, devido ao estado de degradação da estrada.

Segundo Sebastião Pedro Talania, a situação é um caso preocupante e está a dificultar a circulação de pessoas e mercadorias na região.

Os camponeses da comuna de Uando são produtores preferencialmente café, feijão, mandioca e milho.

O percurso que liga a Vila de Mucaba/comuna de Uando foi terraplanada em 2010, após seis anos de uso está muito esburacada.

A comuna do Uando é constituída por sete regedorias e com uma população de 4.275 habitantes, maioritariamente camponeses, produzem café, mandioca, amendoim, feijão, milho, banana e batata-doce.

Comuna do Uando necessita de 30 professores e oito enfermeiros

Uíge - Trinta professores e oito enfermeiros são necessários na comuna do Uando, município de Mucaba, província do Uíge para suprir a demanda da população nesses dois sectores.

Em declarações hoje, domingo, à Angop, o administrador comunal do Uando, Sebastião Pedro Talania, disse que as sete escolas primárias da comuna construídas em igual número de regedorias cada uma funciona com apenas um professor.

Nesse sector, disse haver uma grande carência de professores e as escolas primárias em todas as povoações funcionam com um único professor e com um número elevado de alunos.

“Para as escolas é um problema sério, temos sete escolas primárias, uma escola do I ciclo onde funciona também o II ciclo de ensino secundário, mas há uma insuficiência gritante de professores”, enfatizou Sebastião Talania.

Mil e 68 alunos foram matriculados neste ano lectivo nos diferentes níveis de ensino na comuna do Uando.

Segundo o administrador, essa situação é comum no sector de saúde, adiantando que as autoridades comunais controlam três postos de saúde e um centro médico, mas em cada posto labuta apenas um enfermeiro e o centro com quatro técnicos.

“Precisamos de oito enfermeiros para que cada posto fique reforçado com dois técnicos de saúde e os restantes desse número ficam para o centro de saúde”, disse.

A comuna do Uando dista a 103 quilómetros a norte da vila do Mucaba (sede do município) e tem uma população estimada em quatro mil 275 habitantes, maioria camponesa.

Via angop

Archivos

Ultimos Posts