Overblog Seguir este blog
Edit post Administration Create my blog

Portal da Damba e da História do Kongo

Portal da Damba e da História do Kongo

Página de informação geral do Município da Damba e da história do Kongo


Cartaz: Documentário sobre Kimbanguismo apresentado em Luanda

Publicado por Muana Damba activado 4 Mayo 2016, 12:37pm

Etiquetas: #Religião

Cartaz: Documentário sobre Kimbanguismo apresentado em Luanda

O mesmo retrato a trajectória da Igreja Kimbanguista em Angola, na República do Congo e na República Democrática do Congo (RDC), respectivamente

Produzido pela Igreja de Nosso Senhor Jesus Cristo Simão Kimbangu (INSJCSK), o mesmo será exibido no dia 25 de Maio, em Brazzaville, em comemoração do centenário natalício do malogrado Dialungana Kiangani Salomon.

Papá Salomon, como era conhecido, foi o segundo filho do profeta Simão Kimbangu, e também segundo líder espiritual desta congregação religiosa com pendor africanista, de 1959 a 1992. A apresentação do documentário de 33 minutos, à imprensa, estava prevista para Sábado,30, no Centro de Conferência desta igreja, no Palanca, segundo anunciou aO PAÍS o director de evangelização Bitombokele (Lei) Gomes.

O responsável explicou que após a apresentação do filme aos jornalistas, em Luanda, seguidamente será aos fiéis em Brazzaville (República do Congo), cidade que acolherá o acto central comemorativo do nascimento de Dialungana Salomon.

Lei Gomes avançou que a comemoração do centenário coincide com o Dia da África, a assinalar- se também no dia 25. “ Vamos juntar o útil ao agradável por estas duas datas importantes que se comemoram juntas”, afirmou. Segundo o pastor Lei Gomes, o Documentário, cuja primeira parte é agora exibida, para além da trajectória de Kimbanguismo, contém mensagens de Papá Diangenda Kuntima, chefe espiritual que dirigiu a igreja durante 33 anos, ou seja, de 1959 a 1992, pouco antes da sua morte, e do seu adjunto e irmão Dialungana Salomon.

O documentário produzido no Brasil, foi dirigido por Celso Salles II, com a colaboração da jornalista Suzana Scheibel e do pastor Lei Gomes. Na segunda parte, o filme retrata a trajectória da igreja em Angola, sendo que a terceira e a última retrata a República do Congo Brazzaville. Refira-se que Rodrigo Orso foi o responsável pela computação gráfica, vinhetas de abertura e encerramento, além da geração de caracteres. Contou ainda com a participação de Guelda Dikkendjeef.

Via o país

Archivos

Ultimos Posts