Overblog Seguir este blog
Edit post Administration Create my blog

Portal da Damba e da História do Kongo

Portal da Damba e da História do Kongo

Página de informação geral do Município da Damba e da história do Kongo


Soba NDWALU MBUTA

Publicado por Muana Damba activado 23 Febrero 2016, 19:50pm

Etiquetas: #Fragmentos históricos do Uíge., #Fragmentos históricos da Damba

Soba NDWALU MBUTA

O soba NDWALU MBUTA foi, segundo a expressão do Dr. Morais Martins, um dos Soba-Maior ou seja soberano da Damba. Substituiu o soba Nakunzi como representante máximo da autoridade tradicional na Damba. Os mindamba dirigiam-se a ele, na resolução de problemas de extrema importância, mesmo quando refugiou-se na RDC, a sua presença inspirava respeito e consideração.

Do kanda (Clã) NSUKA za NEKONGO (Kingundya Nkama Visi) e o Clâ paterno ( ki sê) MVEMBA a LUKENI, era soba principal do Nkusu Mpete e reinou durante 5 décadas,( +-1930 a 1978), em muitas aldeias, entre as quais recordamos seguintes: Sakamu (sede comunal), Kizala, Mbanza Kiwembo (vinda), Lenge, yanama 1, Yanama 2. Mpaza, Kimpata, Kifwenge, Wula, Mbanza Nkusu, Yokola e soba Nanga.

Como Namputu, Nzawu a Mbakala, Nkama Ntambu e Mbyanda Ngunga, NDWALU MBUTA pertenceu a classe dos Sobas-Resistentes da Damba. Recusou ser nomeado regedor, quer dizer, ser funcionário da autoridade portuguesa, o que foi nomeado em seu lugar, invejoso da sua popularidade, acusou-lhe de ser desobediente, foi preso, condenado e finalmente desterrado para Kisama. No percurso para Kisama, a fama da sua desobediência, faz dele um herói contra presença lusitana na Damba, populares vinha ao seu encontro para lhe conhecer ou saudar, mesmo estando sob custódia das autoridades coloniais.

Foi assim que as autoridades decidiram devolvê-lo a autoridade na regedoria onde vivia. Recusa de novo ser regedor e rejeita trabalhar com regedores traidores. Só ficou a ser um soba da sua aldeia natal (oficialmente), mas na prática era autoridade tradicional, com poderes que ultrapassava os territórios da Damba. As vezes era convidado a resolver problemas no Kwimba e no Zombo.

Na Revolta de 1961, o soba NDWALU MBUTA, escapa a um assassinato orquestrado pela PIDE, gracas a um doméstico que trabalhava na loja dos portugueses na comuna, em Sakamu, que ouviu a conversa e veio avisar-lhe, na mesma noite fugiu para Congo-Belga, via Madimba. Sorte que nâo teve o Soba NANGA que foi abatido pelos colaboradores da PIDE.

Nasceu nos fins do sec.19 e faleceu em Kinshasa em 1978, casou com 33 mulheres e tinha mais de 120 filhos.

Archivos

Ultimos Posts